Ipetshop
Take a fresh look at your lifestyle.

Veja dicas para o banho de seu cão em casa

0
Banho e tosa em cão
Banho e tosa em cão

Combine o período pré e pós-higiene com outras interações agradáveis como petiscos, mimos e carinhos.

Se o seu melhor amigo está semelhante â uma estopa de tanta sujeira que já tem por falta de banho, talvez seja hora de colocar a mão na massa e ver que dar banho em seu animal de estimação não é uma atividade tão assustadora. E pode até ser muito divertido.

Uma vez que as medidas restritivas por causa da quarentena podem aumentar, a solução é ajustar o tanque da área de serviço ou do chuveiro para dá um grau no seu cãozinho.

Lembre-se que pele e pelugem limpos diminuem os ácaros e doenças de pele que os pets mais peludos podem começar a proliferar após ficarem semanas sem nenhum cuidado. Pronto para colocar a mão na massa? Então vamos fazer isso!

Permanecendo no Zen

Primeiro, lembre-se de que você não pode largar seu animal de estimação sozinho no momento do banho, especialmente se for dá banho num lugar alto como no tanque, por exemplo.

Antes de ir para o banho, prepare a área com todos os acessórios necessários. Nunca o deixe sozinho por 15 segundos para procurar o shampoo, por exemplo. É a mesma regra que vale para um bebê recém-nascido.

Área de banho

Seu cachorrinho é pequenininho? Opte pela pia, chuveiro ou mesmo uma bacia. É importante que seu cachorro se sinta seguro, sem risco de cair ou escorregar. Especialmente quando ele vê todos aqueles apetrechos e fugir para se abrigar debaixo do sofá.

Se não fosse a quarentena, sugeriríamos para você comprar adesivos que usamos para evitar que as crianças escorreguem no piso. Se você não tiver como comprar esse adesivo, o indicado é utilizar um pedaço de tapete ou uma toalha grossa.

Se seu pet não sentir firmeza nas pernas, suas pretensões de que esse banho iria dá certo podem ir por água a baixo.

Algodão nas orelhas

Se o animal não estiver acostumado ao banho, vale a pena colocar uma pequena bola de algodão em suas orelhas.

Aparar

Você quer cortar um pouco dos pelos das patas, nádegas ou o pelo da barbicha do seu mascote? Se sim, faça isso antes de dá banho nele. Lembre-se que seus movimentos devem ser bem firmes e seguros.

Se você não tem essa experiência e não se sente seguro, é melhor deixar que os profissionais usem tesouras nos pelos do amiguinho após o período de reclusão. Tem algumas opções de curso de banho e tosa online que você pode fazer para pegar mais experiência assistindo aos tutoriais.

A temperatura da água

Os gregos e troianos gostam de água morna, mas com o tempo você notará que alguns animais de estimação tendem a se sentir melhor quando recebem um pouco mais de água fria do que quente.

Aproveite o fato de que não estamos no inverno para continuar desfrutando da água um pouco mais fria. A água quente pode ressecar os pelos e a pele do bichinho.

Não se afobe

Você está cumprindo a quarentena, correto? Portanto, a palavra “pressa” é uma das que deve ter ficado fora do seu vocabulário e do seu dia-a-dia. Nem pense em forçar seu cão ao ritmo de seu velho “vai! vai!”, especialmente se for a primeira vez que você o banha. Vá com calma.

Deixe seu animal se sentir seguro quando você o tocar. Só então ele pode relaxar e até mesmo desfrutar do momento relaxante do banho. Só depende de você!

Cachorro limpo e cheiroso
Cachorro limpo e cheiroso

Faça movimentos suaves

Primeiro molhe as pernas do mascote. Quando relaxar, coloque suas mãos atrás das costas e abuse da massagem nele. Deixe a cabeça por último, quando você estiver mais confiante e relaxado.

Durante o banho, nada de puxões, hein? Tenha cuidado com o shampoo nos olhos dele e use produtos destinados a bebês porque eles não causam ardência nos olhos ou ferimentos.

Como dito antes, a cabeça é a última etapa do banho e deve ser a primeira a ser enxuta pelo dono. Quanto ao corpo, ele deve ser ensaboado e enxaguado duas vezes. Se necessário, use condicionador, mas apenas um pouco. Tenha cuidado para que o excesso dele não torne os pelos muito oleosos.

Usar toalhas e o secador de cabelo.

Uma vez que as torneiras estejam fechadas, é igualmente importante certificar-se de que o piso onde você vai secar seu animal de estimação não esteja escorregadio.

Isto pode ser corrigido antecipadamente usando um tapete antiderrapante daqueles normais que você já usa em casa.  E não se esqueça: não deixe seu filhote sozinho no banheiro ou tanque para ir procurar por toalhas, elas já devem estar à mão.

Secar naturalmente? Nunca!

Não deixe seu animal de estimação secar o pet no vento! Se esse vento natural não fizer efeito logo, fungos podem se desenvolver.

É por isso que os pets mais peludos precisam de um secador de cabelo, enquanto a toalha é mais que o suficiente para aqueles com pelos mais baixinhos. Mas, a depender, também é bom usar um secador nestes.

Acabar de secar com o secador em animais pelugem mais densa. E tenha cuidado para não deixar o vento quente soprar muito perto da pele, pois isso pode machucar. Isto fará com que o animal se torne medroso diante dos equipamentos, tornando difícil deixá-lo bem seco como se deve.

Últimas dicas

  • Moderar a utilização de talco e perfumes. Os animais podem dá espirros, que pode ser um sinal de que ele é alérgico.
  • E lembre-se de, ao final do banho, de retirar seus tampões de algodão para os ouvidos.
  • O banho é mais do que um ato higiênico, é um momento para verificar a saúde da pele do bicho, possíveis feridas e a presença das temíveis pulgas.
  • Combine o tempo antes e após o banho com outras carícias como abraços, petiscos e mimos. Isto tornará tudo mais fácil e mais divertido para todo mundo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.