Ipetshop
Take a fresh look at your lifestyle.

O que é Erlichiose – A doença do carrapato

0

Leia o artigo e descubra o que é Erlichiose

A erliquiose ou erlichiose é popularmente conhecida como a doença do carrapato, é uma enfermidade animal infecciosa bastante severa que pode levar o animal a óbito caso não seja diagnosticada e tratada precocemente.

Parasitas como pulgas e carrapatos são grandes vetores de diversas doenças que podem acometer cães, gatos e, em alguns casos, até mesmo seres humanos. No caso da erlichiose, as principais vítimas são os cães.

A erlichiose é transmitida através da picada de um carrapato infectado com uma bactéria chamada Ehrlichia Canis e é mais comum no verão, período onde o calor e a umidade proporcionam melhores condições para a reprodução dos carrapatos.

Erlichiose sintomas (doença do carrapato)

Os sintomas da Erlichiose variam de acordo com a fase da doença, por isso é muito importante você ficar sempre atento ao comportamento do seu cão, pois se a doença for diagnosticada no início, as chances de recuperação do animal são muito maiores.

Veja abaixo os principais sintomas da doença do carrapato, de acordo com cada fase:

Fase aguda:

  • Falta de apetite
  • Perda de peso
  • Apatia ou tristeza
  • Febre
  • Vômitos
  • Manchas avermelhadas na pele
  • Também podem ocorrer sangramento nasal e urinário e ritmo alterado da respiração.

Fase subclínica: 

Esta é uma fase “silenciosa” que dura entre 6 e 10 semanas após a infecção, e o próprio sistema imunológico do animal pode dar conta de eliminar a doença.

No entanto, caso a doença não seja eliminada, a tendência é que ela apresente os sintomas mais graves na próxima fase, que é a crônica.

Por isso é tão importante observar o comportamento do seu cão e levá-lo ao veterinário caso ele apresente qualquer um dos sintomas indicados na fase aguda.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Tanto na fase aguda, quanto na fase subclínica, a doença é facilmente diagnosticada através do exame de sangue.

Fase crônica:

  • Mais perda de peso
  • Abdômen sensível e dolorido
  • Linfonodomegalia (aumento dos linfonodos)
  • Baço e fígado aumentados
  • Hemorragias por conta da queda nas plaquetas
  • Anemia, e, como consequência, prostração.

Como o sistema imunológico do animal está bastante comprometido nessa fase, podem surgir doenças secundárias como pneumonia, diarréias e problemas de pele diversos.

Diagnóstico da Erlichiose

A doença pode ser diagnosticada pelo veterinário através dos sintomas apresentados, pela presença de carrapatos na pele do animal ou por indícios de picadas. 

A anamnese e o diagnóstico clínico contam também com a precisão e veracidade das informações passadas pelo tutor do animal.

Um hemograma pode ser solicitado ou exames mais específicos, que são capazes de diagnosticar não só a erlichiose, como outras enfermidades causadas por carrapatos.

O que é Erlichiose - A doença do carrapato

Tratamento e cura da doença do carrapato

Embora a doença seja tratável em qualquer fase, quanto antes a erlichiose for diagnosticada e tiver o seu tratamento iniciado, maiores são as chances de cura e recuperação completa do cão.

O tratamento mais comum é através de antibióticos e suplementação vitamínica no caso de anemias. 

Optamos por omitir o nome do antibiótico preconizado nesses casos, por uma questão ética. A erlichiose é uma doença muito séria e a prescrição de antibióticos só deve ser feita pelo médico veterinário.

Quanto mais cedo o animal for diagnosticado e tratado, menor será a intervenção do veterinário e menores serão também os custos com o tratamento e melhor será o prognóstico.

Caso o animal já se encontre muito debilitado, pode ser necessário que ele seja internado para receber soro, e, em alguns casos, transfusão de sangue.

Prevenção da erlichiose

A melhor forma de manter o seu cãozinho livre da doença do carrapato é fazer uso de produtos antiparasitários como Simparic, Nexgard ou Bravecto.

Existem também coleiras, shampoos e outros remédios que têm a função de diminuir a possibilidade de seu animal ser infestado por pulgas e carrapatos.

Verifique sempre o pêlo e a pele do seu bichinho, à procura de carrapatos ou sinais de picadas desses parasitas, sobretudo se você vive em sítios ou casas com gramados e próximas a matas.

Erlichiose e babesiose, qual a diferença?

São doenças transmitidas pelo mesmo vetor, ou seja o carrapato marrom, no entanto na primeira, a causadora da doença é a bactéria Ehrlichia canis e na segunda, o causador é o protozoário Babesia canis e Babesia gibsoni.

Ambas são chamadas de doença do carrapato e têm sintomas bem parecidos, assim como evolução do quadro de sintomas e diagnóstico.

O tratamento das duas enfermidades pode ser ligeiramente diferente, por isso é tão importante que o animal seja diagnosticado de forma correta por um médico veterinário.

Somente este profissional poderá identificar e prescrever o tratamento correto para cada uma delas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.